Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mada

Está doente. Outra vez. Ou será a mesma maleita da última vez? São demasiadas vezes para que eu consiga já perceber se há uma fronteira entre uma vez e outra. Prostrada, demasiado prostrada. Amarela, por vezes quase verde. Com tosse, dores de garganta (e uma cena estranhíssima que ontem lhe vislumbrámos perto da campaínha), dores musculares. Não se levanta, não se mexe. Deitou-se ontem às 17.30 e ainda não se levantou. Vamos ao hospital. Pobre filha. Não há-de ser nada de grave. Há coisas muito piores, repito de mim para mim. Claro que sim. Mas ela é minha. E vê-la assim mói-me. Inquieta-me. Dói-me.

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/4