Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Kidzania

Apesar de ter vislumbrado, no olhar do Manel, aquela luta interior entre a criança que ainda é e o adolescente que também já começa a ser, acho que acabou por ganhar a criança. Não só porque ela ainda existe mas, sobretudo, porque ele é esperto e adapta-se ao que tem. E o que tinha, hoje, era um dia inteiro para se divertir com os irmãos naquele sítio onde sempre gostou de estar. E assim foi. Eles foram aprendizes de cozinheiros na escola de culinária Atum Bom Petisco (e acabaram por almoçar o wrap de atum que confeccionaram), eles foram bombeiros, eles trabalharam na fábrica de gelados, ela tirou a carta, conduziu uma mota e ainda foi pintora. No final, tinham todos aquela cara de contentamento natalício que se repete de ano para ano. Cheira-me, porém, que no Natal de 2014 já só vou com dois filhos.


Depois, o Manel foi para casa de um amigo, o Martim ficou em casa com os vizinhos, e a Madalena brincou com os seus Nenucos.

Eu? Eu fui para o Colombo trocar presentes. E foi in-fer-nal. O Colombo estava muito pior do que nas vésperas de Natal. Por isso… já não consegui encontrar o poncho encarnado da Lanidor que adorava ter e que, por ter deixado para a última hora, já não vou conseguir arranjar. Se alguém o avistar… aviseeeeee!

12 comentários

Comentar post

Pág. 1/2