Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Juntámo-nos à tribo

Na semana passada fui com as minhas companheiras do The Woffice até ao MEO Sudoeste. Uma teve a ideia, desafiou as outras, e em menos de nada estávamos todas a fazer a viagem para a Zambujeira. Uma das coisas que ficou logo decidida foi que não íamos acampar. Epá... nada contra quem acampa mas montar a tenda no meio de todo aquele arraial de miudagem a chamar pela Elsa pela noite dentro já não é para mim. Aliás, para dizer a verdade, a única vez que gostei de acampar foi na praia então deserta do Brejo Largo, há uma vida inteira, com os meus amigos de infância e adolescência, sem confusões, só nós e a natureza e polvos caçados para o jantar. 

Assim sendo, ficámos nas Casas da Lupa, um turismo rural muito querido mesmo ali ao lado. Assim que chegámos, e como era cedo, fomos piscinar alegremente, depois almoçámos, a seguir fomos para o quarto trabalhar um bocadinho, cada uma no seu computador. Ao final da tarde, lá fomos para a nossa aventura sudoestiana.

Meo SW 2016 - 007.jpg 

Meo SW 2016 - 005.jpg

Meo SW 2016 - 094.jpg

 Esta coisa de uma de nós ser fotógrafa tem a enorme desvantagem de ficarem as fotos sem ela. Ora... sem ela não é a mesma coisa

Meo SW 2016 - 055.jpg

 

Tivemos a sorte de conseguir um tour pela herdade da Casa Branca, que é gigantesca. Andámos numa espécie de safari pelo campismo, vimos o canal onde a malta toda toma banho, fomos à zona da cozinha e à lavandaria. Fiquei muito impressionada, tenho de dizer, com as novidades. A cozinha comunitária TEKA muito bem equipada, debaixo de um telheiro, com micro-ondas, placas vitrocerâmicas; o espaço para lavar a loiça gigante... as mesas para a malta fazer as refeições. A zona da lavandaria, da LG, tem agora cinema, para o pessoal ver uns filmes enquanto espera que a roupa fique lavada. Muito giro, muito bem organizado, até deu vontade de experimentar um regresso ao campismo (uma vontade ligeira, vá).

Meo SW 2016 - 012.jpg 

Meo SW 2016 - 057.jpg

Meo SW 2016 - 034.jpg

Meo SW 2016 - 028.jpg 

Meo SW 2016 - 024.jpg

Meo SW 2016 - 026.jpg

Meo SW 2016 - 025.jpg

Meo SW 2016 - 022.jpg

 

Acho a maior graça aos cartazes das várias tribos, espalhados pela zona das tendas. Este ano grande destaque para a febre do momento: o Pokemon Go.

Meo SW 2016 - 041_Fotor_Collage.jpg 

Meo SW 2016 - 040_Fotor_Collage.jpg

Depois de tudo explorado, e para fazer tempo para a hora dos concertos, fomos comer, andámos na roda gigante, encontrámos os Minions, fomos até à zona VIP e ao espaço da Caixa, onde podíamos fazer pinturas fluorescentes e depois aproveitar a luz negra para tirar fotos.

Meo SW 2016 - 095.jpg

Meo SW 2016 - 104.jpg

Meo SW 2016 - 102.jpg

Cocó quase a fazer jus ao nome (eu sou aquela pessoa que tem medo até de uma simples roda gigante) 

Meo SW 2016 - 073.jpg

Meo SW 2016 - 060.jpg

 Aqui com a nossa menina Inês, finalmente arrancada de trás da sua máquina

 

Meo SW 2016 - 086.jpg

Meo SW 2016 - 113.jpg  

Meo SW 2016 - 108.jpg

Meo SW 2016 - 107.jpg

Meo SW 2016 - 106.jpg

 A noite não foi assim a mais espectacular em termos de concertos mas era a única em que conseguíamos ir as quatro. Tivemos DI Darcy, DJ Callas, Club Banditz, Yellow Claw e DVBBS. 

Teria gramado estar ouvir Martin Garrix, Seu Jorge, C4 Pedro, James Morrison ou Steve Aoki mas pronto, não se pode ter tudo, e ter ido com as 3 meninas do The Woffice ao MEO Sudoeste foi mesmo bom, divertido e tudo e tudo. Nem vos conto a nossa noite mas posso garantir que não me ria assim há muito, muito tempo. Para o ano acho que o Manel já é menino para ir com os amigos. Acho mesmo que é uma daquelas experiências que toda a miudagem devia ter, pelo menos uma vez na vida. 

20 comentários

Comentar post

Pág. 1/2