Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Girls, girls, girls

Vegas é, também, lugar de muita menina de vida difícil (nunca percebi essa da vida fácil, que ter sexo por dinheiro, seja lá com quem for, mas pior ainda com gajos nojentos, rebarbados e badalhocos é algo que, pelo menos a mim, nunca me pareceu fácil). Não é, de resto, por acaso que se convencionou chamar Strip Street à rua principal quando, na verdade, se chama Las Vegas Boulevard.
Há gajedo por toda a parte. Umas só dançam, outras despem-se enquanto dançam, outras vão além da dança e da roupa despida. Há, por toda a Strip, homens e mulheres que distribuem cartões com meninas de mamas ao léu e com um número de telefone para se ligar. Há carrinhas que passam, com placards enormes, com hot girls. Vêem-se bandos de amigos que foram claramente a Vegas com o propósito de jogar, beber e... isso.


 
 
Bela colecção de cartões que tínhamos, ao fim de dois dias de Vegas. Bom, na verdade tínhamos bem mais, mas eram repetidas


 

3 comentários

Comentar post