Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Fim

Felizmente, a pessoa da família que sofria de forma dilacerante já não sofre mais.

Adormeceu hoje de manhã e terminou, assim, um castigo que não merecia suportar.

Obrigada pelos vossos comentários sobre a eutanásia. Foi bom perceber que há tanta gente com a mesma opinião que eu. E foi também bom perceber que também há outras opiniões, opostas, mas que a troca de ideias pode ser feita sem agressões e com civismo, mesmo quando são assuntos em que geralmente as posições tendem a extremar-se.

Espero que este início de ano, na sequência do final do anterior, não reflita o modo como o resto do ano vai decorrer. 

 

 

7 comentários

Comentar post