Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Esclarecimento

Não sou pessoa de guardar rancores.
Referi-me a uma falha de uma artista, num post aí em baixo, e entretanto apaguei essa referência, bem como os vossos comentários (espero que não me levem a mal). O que acontece é que a artista em questão me enviou um email, que me pareceu verdadeiro e sentido, e onde, de certa forma, se desculpava pelo sucedido. E eu não quero prejudicar ninguém.
Continuo a achar que o que aconteceu não deve acontecer e que nenhuma criança com problemas de saúde deve ficar posta de parte, com a justificação de que se tem muito trabalho. Num ano inteiro, 365 dias, há-de haver 1 hora em que é possível ir abraçar um menino que já tem tristezas que lhe cheguem na vida.
Mas, pronto. Como digo sempre, e defendo com unhas e dentes, toda a gente tem direito a cometer erros. E se os corrigir... então fica tudo bem.

O que importa é saber se há por aí sonhos, do género daqueles que aqui postei. E se houver, é chutá-los para coco.fabricasonhos@gmail.com

16 comentários

Comentar post

Pág. 1/2