Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Dúvidas rudolfianas

Há uns meses que o meu nariz mudou. Está sempre encarnado na ponta, como o dos bêbados. Ora, eu não estou sempre com os copos. Só às vezes. E se dantes podia sair à rua sem me maquilhar, agora fica difícil porque há sempre alguém que me pergunta: «Estiveste a chorar?», «Estás constipada?» Imagino que também haja quem tenha vontade de perguntar se estou bêbada mas, até ver, ainda ninguém perguntou. O ser hipocondríaco que vive dentro de mim já se interrogou se isto será indicador de alguma coisa, alguma maleita grave daquelas que dão pouco antes de uma pessoa esticar o pernil, mas o ser mais racional que também vive cá dentro (isto é um verdadeiro albergue espanhol)impediu-o de fazer uma pesquisa no Google. Também me sinto um pouco ridícula por ir ao médico por possuir agora uma penca de Rudolfo. Mas se calhar devia, não é? Não vá acordar um dia com isto a dar luz, ou assim...

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/3