Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Detalhes do jantar romântico preparado pelos nossos 4 filhos

- A páginas tantas, estávamos nós sentados no sofá, e ouvimos uma exclamação apavorada! "Ahhhh!!!!" Esperámos um pouco, a ver se havia algum desenvolvimento. Havia. "Bebeste cerveja, Mateus???? Não bebeste! Diz-me que não bebeste!!!" Ups... Bebeu. Diz que sim. Tinham aberto uma cerveja para temperar o jantar e o Mateus, aproveitando uma distracção, deu um golo. Garantem que foi minúsculo. E que aparentemente não apreciou. 🙊

- O jantar estava a demorar muito e o Ricardo meteu-se com o Manel: "Então? A mesa ainda nem sequer está posta! Eu quando chego ao restaurante sento-me, a mesa está posta, e não espero tanto tempo". Resposta prontíssima do Manel: "Ok. E, no restaurante, o que é que costumas fazer quando terminas a refeição?..."

- O Risoto de cogumelos estava um bocadinho para lá do ponto mas, ainda assim, muito gostoso. Amei o detalhe dos corações.

- Puseram a mesa na sala para nós e na cozinha para eles.

- Jantámos ao som de jazz e a ouvi-los discutir e rir e aparvalhar na cozinha.

- Descascámos uma laranja e um pêssego no nosso jantar romântico, que os destinatários rapidamente levaram de novo para a cozinha, saindo de cena.

- Mandámos lavar os dentes, enquanto fazíamos um brinde.

- No fim do jantar, levantámo-nos e fomos arrumar a cozinha, numa espécie de "back to life, back to realily". Ainda assim... foi perfeito!

risoto.jpg

 - Ah! E apesar de não ter querido ir logo para a cama (e de ter voltado para a sala - porque já não tem a cama de grades e, por isso, sai de lá), daí a pouco deu corda às pernas e foi sozinho deitar-se. "Lhonte!", disse ele (ou seja, em Mateusês, "boa noite").

Lhonte, Mateus!

Lhonte, queridos todos! 

 

 

16 comentários

Comentar post

Pág. 1/2