Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Crowne Plaza Porto*

Há lugares que, de tão bem nos receberem e de os repetirmos justamente por esse bom acolhimento, se tornam um bocadinho nossos. O Crowne Plaza, no Porto, já é um desses lugares. O vinho do Porto à chegada, um dos directores do hotel que teve a amabilidade e a simpatia de nos vir cumprimentar, aquele quarto maravilhoso com uma vista soberba, a cama, as almofadas, aqueles lençóis... tem graça que quando pus a foto no Instagram logo vieram elogiar os lençóis e perguntaram se eu saberia de onde vinham. Eu não sabia, que eu sei pouca coisa, como já tiveram a oportunidade de, ao longo destes 8 anos de blogue, perceber. Mas logo veio alguém que disse achar que os lençóis seriam de percale. Falta a confirmação do próprio hotel mas uma coisa é já certa: são bons. Mesmo bons. E as almofadas. Tudo aquilo é um ninho de onde é difícil sair. De resto, deixámos os miúdos em Aveiro para ir à tal festa de 40 anos do nosso amigo e chegámos ao Porto por volta das 18h. Pois que nos estendemos um bocadinho, ah e tal que ainda é cedo, adormecemos profundamente e foi uma sorte termos acordado para ir à festa. 

quaro crowne.jpg

O facto de os produtos de higiene serem Castelbel, também já o disse aqui, é logo coisinha para me conquistarem o coração. Sou fã da Castelbel.

Quando descemos, vestidos como se fôssemos duas stars dos anos 70, foi amoroso o modo contido como nos olharam na recepção, com um daqueles sorrisos que querem rebentar a rir mas que não o fazem para não ofender. 

Depois da festa, dormimos como duas rochas e, no dia seguinte, tivemos um pequeno almoço de reis, com direito a tudo e mais alguma coisa: fruta, iogurtes, sumos, cereais, pão, doces, queijos, bolinhos e depois todas aquelas coisas cozinhadas de que alguns gostam mas eu menos, que sou pouco de inventar na primeira refeição da manhã.

Obrigada, Crowne Plaza Porto por mais esta recepção fantástica.  É sempe bom voltar onde somos bem tratados. E é por isso que o vosso hotel é já um bocadinho nosso (pena ser só um bocadinho, que ser hoteleira era uma cena que apreciava bastante).

 

*post escrito em parceria com o Crowne Plaza Porto