Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Bem-vindo, Mateus! (e obrigadinha)

Eram 4 da manhã e eu ainda não dormia. Pus uma porcaria qualquer no facebook, a dizer que os dias difíceis me traziam noites em claro, ou uma porra parecida, a ver se encontrava outra vítima de insónia como eu que me confortasse a alma atormentada. Houve um ou outro que puseram um «Gosto» de circunstância, houve um que atirou um «join the club», e ali fiquei, eu e as minhas decisões para tomar, tão difíceis, tão difíceis. Até que, a Ana Garcia Martins me mandou uma mensagem no WhatsApp a perguntar se estava com insónias. Respondi que sim e, vai daí, ela sai-se com um: «Por aqui também se dorme pouco» e... zás, espeta-me com uma foto de um recém-nascido a dormir. Eu, que estava longe, muito longe de ter dois neurónios comunicantes, perguntei «Quem é?». Achei que podia ser de uma amiga dela, também muito grávida, e que ela, enternecida, me estivesse a mostrar. Não seria muito o seu género, na verdade, mas a gente sabe como as hormonas podem pôr as mulheres a praticar actos estrambólicos. Foi então que ela respondeu: «Diz que é piqueno Mateus». Ia-me dando uma coisa. Oi? Hein? Qué? Como «piqueno Mateus»??? Então mas ela não ia desovar (desculpem a rudeza da palavra, mas eu cá aprecio muito) na mesma altura que a minha irmã? Lá para meio de Agosto?
E foi assim que, às 4 da matina, eu fiquei a saber da boa-nova. Que o pequeno Mati nasceu. Que é mesmo lindo, lindo e fofinho. Que apesar de se ter apressado para vir conhecer este bonito país em austeridade não precisou de incubadoras e coisas complexas, que está bem e recomenda-se.
E foi assim que vi as minhas encruzilhadas serem interrompidas pela vida. Uma nova vida que se estreia neste mundo maluco mas tão bom. E, por momentos, ficámos ali a trocar piadas e eu serenei os ânimos e descentrei-me das minhas coisas. O pequeno Mateus ainda agora nasceu e já aliviou a carga aqui a esta tia!
Parabéns, Ana e Ricardo! Bem-vindo, Mateus! Que seja uma viagem do caraças, esta que agora começa!

5 comentários

Comentar post