Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mistura explosiva

As hormonas hão-de estar na alteração costumeira. Estava com a Madalena ao colo, embrulhada na toalha, a tremer de horas dentro de água. Os rapazes e a sua testosterona estavam no campo de futebol. Nas colunas à beira da piscina, começa a tocar Tchaikovsky. O nosso abraço aperta-se e eu começo a sentir uma irreprimível vontade de chorar. Controlo-me. Nisto, ela vira-se para a minha barriga e diz:
- Sabes bebé, a mamã não vai ser só tua…
E pronto.
Chorei sem pudor, sem esconder a cara, apertei-a de encontro a mim e ficámos só uma, por largos minutos.

Marrocos!

Depois da belíssima experiência do Club Med Da Balaia, onde passámos uns dias maravilhosos no ano passado, decidimos repetir. Desta vez em Marrocos, mais concretamente em Tetouan (Club Med Yasmina). É perfeito porque basta chegar e há de tudo: natureza luxuriante, desportos que nunca mais acabam, animação para quem quer animação, sopas e descanso para quem só quer ficar a babar, além de uma experiência gastronómica inolvidável (leia-se: há tanta coisa e tão boa que o mais certo é engordar dois quilos por dia).




Se não estivesse grávida… bem vos digo que a experiência do trapézio não me escapava. Mas assim sendo, terei de me aguentar. O Martim diz que vai.


À noite, há sempre festas temáticas. Na primeira noite, foi a festa preta e branca - quase toda a gente vai de preto e branco e nós não fomos excepção, apesar de nos sentirmos um bocado em papa, da viagem. 
Ontem à noite, depois de um dia inteiro de piscina, aproveitámos à grande a festa oriental. Não nos vestimos a rigor, é certo, mas ficámos malucos com o jantar (havia MILHÕES de opções, sem faltar a comida marroquina - comi uma tajine de carne de vaca soberba e um mil folhas de atum de ir ao céu). 
Depois do jantar, danças orientais (a sorte do Ricardo, ventres lisos em sensuais ondulações…), o incontornável encantador de serpentes, um número de acrobacia, e depois a malta toda a dançar coreografias que, dentro de uma semana, já devemos saber de cor. Muito divertido mesmo.