Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

...

Se um dia decidirem comprar um daqueles relógios com múltiplas braceletes, muito giros sim senhora, não acreditem quando a vendedora vos disser que a bracelete de aço é «um bocadinho» mais difícil de meter do que as de silicone ou de borracha ou lá o que é. No Verão comprei uma edição com 18 braceletes, mais não sei quantos aros, uma coisa mesmo esperta. Nunca consegui pôr a bracelete de aço. Nunca. Hoje decidi tentar novamente. Tenho as mãos com caimbras, dores nos dedos, o pauzinho metalizado já saltou não sei quantas vezes, já disse palavrões e impropérios vários e cheira-me que se alguma vez conseguir, nunca mais mudo para qualquer uma das outras 17 braceletes. Agora estou escangalhada a rir porque o Ricardo disse «dá cá isso» com aquele ar sobranceiro de quem não vai demorar nem meio minuto a pôr aquela cena. Já está ali há 10 minutos, a bufar e a rosnar, o pauzinho já saltou três vezes, e temo que o relógio saia disparado rumo a uma parede da casa, ficando lá espetado, tipo fóssil decorativo. Esperemos que, ao menos, continue a dar horas.

7 comentários

Comentar post