Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

5

Ontem, quando lhe dei o beijinho de boa noite, disse-lhe: "É a tua última noite com 4anos". E não é que me deu vontade de chorar? Ouvi-me e deu-se-me um aperto cá dentro, cinco anos, pá, o meu catamiço já tem 5 anos, como é possível isto?

Hoje o Martim faz anos e está que não se aguenta, todo orgulhoso, cheio de anos.
Hoje levou um bolo para a escola e vai ter festa familiar cá em casa e no sábado mais uma, que quanto mais paródia melhor.
Hoje vou recordar o dia em que ele saiu da minha barriga e eu chorei quando ele chorou, porque senti a mesma pancada na cabeça que da primeira vez, uma espécie de atordoamento amoroso que nunca mais passa e aumenta todos os dias, e que para mim foi uma surpresa porque nunca imaginei que fosse possível sentir um amor assim mais do que uma vez. E não é que já foram três?
Hoje vamos cantar os parabéns e desejar que cantemos por muuuuuuitos anos, todos juntos e felizes e a gostarmos uns dos outros.
Hoje vou estar um nadinha mais lamechas, porque o meu pequeno esquilo está a crescer mais depressa do que eu gostaria.
Parvoíces.
Parabéns.
Uma mão cheia de beijinhos.

72 comentários

Comentar post

Pág. 1/8