Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Tutor T*

Fui convidada pela directora de um jardim de infância e creche aqui do bairro para ir conhecer o espaço e o trabalho que fazem e ser uma espécie de embaixadora da escola. Eu, que até conheço bem uma das educadoras, fui com muito gosto. E digo o seguinte: agora percebo uma grande amiga que, quando lá foi fazer uma visita, veio deslumbrada e a dizer maravilhas. 

Para começar, é bonito, espaçoso, com grandes janelas, muita luz a entrar por todo o lado. As salas são amplas e dão para um único corredor largo e comprido de onde se pode ver o que se passa em cada sala, através de janelões enormes. Há uma sala polivalente, onde fazem ginástica, que tem casinhas, tipo cenário, que me deram muita vontade de ser pequenina outra vez. Na parte de cima do edifício, há um terraço gigante com casinhas, escorregas, baloiços, pneus pintados e muitos outros instrumentos de brincadeira. E há uma horta maravilhosa de que todos tratam. Cultivam, regam, colhem. Simplesmente perfeita.

IMG_3745.jpg

IMG_3728.jpg

IMG_3734.jpg

IMG_3738.jpg

IMG_3747.jpg

IMG_3753.jpg

IMG_3752.jpg

 

Podia agora alongar-me sobre o que prometem (e acho que cumprem, porque conheço muitos pais que têm lá os filhos e adoram). Podia deter-me no facto de terem (e cumprirem) uma filosofia de porta aberta, em que os pais podem entrar sempre que queiram, podia falar no currículo das educadoras, no olhar individualizado para cada criança, no projecto educativo que sabe respeitar a infância. Podia tudo isso mas prefiro centrar-me no que acho que mais os distingue (se bem que o sucesso mede-se pela soma das partes e não apenas por uma parcela): os rácios. Ou seja, o número de crianças por sala. Foi isso o que mais me impressionou, sou franca. E é por isso que os preços desta creche são mais altos que os das outras creches aqui à volta. Sempre me tinha perguntado se seria apenas pelo espaço (que é realmente grande e bonito). Fiquei agora a perceber que, para eles, faz todo o sentido ter menos crianças do que o legalmente aceite em cada sala, e para isso - claro - têm de cobrar mais a cada uma. 

Captura de ecrã 2016-05-24, às 07.02.09.png

Apesar de ter menos crianças do que a capacidade máxima legal, a creche manteve o tamanho das salas, o que faz com que, de facto, as áreas sejam impressionantes (já fui a creches onde até falta o ar, por estar tudo tão encafuado).

 

Também adorei o facto de as salas estarem divididas por meio ano (6 meses) até aos 3 anos de idade. Porque a curva de desenvolvimento nos primeiros anos de vida é muito íngreme e ali faz-se questão de que a abordagem de cada uma das salas seja o mais adequada possível ao estádio de desenvolvimento das crianças que a compõem. Acho isto mesmo importante, se querem saber. Este cuidado, este detalhe.

A creche Tutor T tem várias salas: para bebés (dos 4 meses à aquisição da marcha), para toddlers pequenos (da aquisição da marcha aos 18 meses, toddlers grandes (18-24 meses), twaddlers (dos 24 aos 30 meses), preppers (dos 30 aos 36 meses), PE1 (sala dos 3 anos), PE2 (sala dos 4 anos), PE3 (sala dos 5 anos).

 

A quem tenha filhos em idade pré-escolar e viva ou trabalhe no Parque das Nações recomendo vivamente uma visita. Esta não é, definitivamente, uma creche (e jardim de infância) qualquer. É um orgulho ser vossa "embaixadora".

 

*Post escrito em parceria com a Tutor T

 

Treino a três

Agora que alguns dos miúdos da casa já estão de férias decidimos que era giro virem treinar connosco e com o Pedro. São dois treinos por semana. Se também correrem nem que seja uma vez, já é treino jeitoso para evitar a alontragem generalizada que as férias podem trazer.

O Manel hoje recusou a ideia. Disse que ficava a fazer o almoço, o que não nos pareceu nada mal.

Foi o Martim.

O treino foi pavoroso. Duríssimo mesmo (raça do homem, está apostado em matar-nos).

Às tantas, o Martim exclamou:

- Fogo! Já não aguento masi! Estou morto! Até já suo dos olhos!

Ah ah ah ah!

Sabiam que também se sua dos olhos? 

Tão bom.

martim .jpg

 

Sardinhas, manjericos e pais de alta competição

No ano passado foi a sardinha. A CAF (Componente de Apoio à Família) da escola da Mada pediu às famílias para decorarem sardinhas, a partir de um cartão, e depois seria eleita a melhor. Como sempre, deixei tudo para a última hora. No entretanto, vi chegarem à escola verdadeiras obras de arte que teriam muito mais dedo dos pais do que dos miúdos e comecei a sentir a pressão. Tive a ideia, comprei o material e fizemos - eu e a Madalena - uma sardinha gira que era diferente de cada lado do cartão. Ela ajudou nas colagens, nos cortes, na mistura de cores.

IMG_3089.jpg

IMG_3086.jpg

 

A nossa sardinha ganhou o 2º lugar na eleição da melhor sardinha.

Este ano, o tema era o manjerico. Na mesma uma folha de cartão recortada em forma de manjerico que era suposto as famílias decorarem a gosto. Alguns pais, que no ano anterior tinham deixado a obra exclusivamente nas mãos das crianças, arregaçaram as mangas. E surgiram peças verdadeiramente impressionantes mas que... dos miúdos não têm quase nada. Ou seja: este "concurso" é, na verdade, uma competição feroz entre pais. Os miúdos ajudam, claro que sim, mas a questão é que ninguém quer ficar atrás e, cá para mim, isto serve um bocado para que os pais se redimam de algumas falhas que sentem terem cometido ao longo do ano (ou mesmo ao longo da sua vida de pais). A culpa - sempre ela - fica mais atenuada com tanto empenho artesanal. Mesmo que seja parva, injustificada, vazia de sentido porque os pais fazem o melhor que podem e sabem. Mas nestas alturas esmeram-se para brilhar.

Nós estivemos a fazer pompons para decorar o nosso manjerico. A Madalena fez uns quantos, eu mais uns, a minha mãe outros. Depois foi a flor para espetar e desfiz uma cesta para colarmos na base. 

IMG_4543.jpg

 

A Madalena adorou estar a fazer pompons e a colar, e também ajudou a fazer o verso.

De qualquer maneira, não tem hipótese nenhuma de vencer. Havia obras que podiam estar à venda em loja.

O meu preferido é este aqui em baixo. Uau. 

IMG_4579.jpg