Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Hospital da Bonecada

hospital da bonecada.png

 

O Hospital da Bonecada é uma iniciativa sem fins lucrativos, da Associação de Estudantes da Nova Medical School, Faculdade de Ciências Médicas. Foi criada em 2001, com base no Projecto “Teddy Bear®”, desenvolvido pela EMSA (European Medical Students Association). No ano lectivo de 2006/2007, foi já galardoada com o Prémio Hospital do Futuro, concedido pela Sociedade Portuguesa de Pediatria.

Trata-se de um hospital modelo no qual as crianças (dos 3 aos 10 anos) levam os filhos – um boneco – ao hospital para ser tratado. É a coisa mais querida vê-los com o seu ursinho, a sua Nancy, o seu coelho de peluche, a dizerem que estão doentes e a pedir a ajuda dos senhores doutores. Lá, encontram diversos estudantes da área da saúde que não só vão acompanhar como também promover o tratamento do filhote (o boneco). O objectivo é que, ao longo do percurso, os medos das crianças sejam transferidos para o boneco e, consequentemente, uma ida ao hospital passe, no futuro, a ser mais fácil para aquela criança. Pretende-se erradicar o “Síndrome da Bata Branca”.

O XV Hospital da Bonecada irá realizar-se de 30 de maio a 5 de junho no Centro Comercial Colombo.

Levem os filhos e "netos". Ajudem-nos a não sentirem medo dos médicos. 

 

Aficionata

Este biquini lindo chegou cá a casa e eu mal posso esperar para o usar.  

aficionata 3.jpg

Uma pena que o biquini não me vá assentar como a esta menina. Já o experimentei e, com efeito, digamos que não é a mesma coisa. É toda uma outra coisa, para ser verdadeira.  Mas é lindo e vou usá-lo muuuuito! Mesmo com as minhas imperfeições várias.

Obrigada, Aficionata!  E parabéns: têm biquinis e fatos de banho maravilhosos (e lingerie também).

Colecção AQUI.

Blédina e Aptamil*

É claro que, sempre que possível, tento dar ao Mateus fruta verdadeira, sem ser esmagada, embalada e tal e coiso. Ele ainda por cima adora e não é nada esquisito: adora manga (a sua preferida), banana, maçã, uvas, papaia, kiwi, tangerina, pêra. Mas nem sempre consigo. Em viagem, nos dias em que estamos fora, ou quando simplesmente não dá jeito, sou fã das embalagens de fruta da Blédina. E quem diz fruta diz refeições. Sim, porque se é verdade que também opto em primeiro lugar por lhe dar comida que eu própria cozinho, a verdade também é que nem sempre dá jeito. E, nessas ocasiões, lá vai um boião da Blédina, marca em que confio há muitos anos e ainda mais agora, com aquele manifesto que eles têm sobre o cuidado com a escolha dos ingredientes, a relação com os agricultores, a preocupação com a biodiversidade das quintas de onde provêm os alimentos que entram nos seus produtos. E se os meus outros filhos às vezes eram esquisitos com a comida de boião (havia uns aos quais torciam o nariz), pequeno Mateus prefere de longe um bom boião da Blédina do que peixe ou carne cozinhados por sua mãe. Traidor. Quanto às papas... isso então nem se fala. Até se lhe reviram os olhinhos. E há tantas, para todos os gostos: maçãs, banana, cereais e mel, milho e arroz, frutos variados... é à vontade do freguês! Bom, tudo isto para dizer que sim, cá em casa somos consumidores de Blédina há muuuuuitos anos e que dá muito jeito, oh lá se dá.

FOTO BLEDINA.jpg

 

coconafralda_bledina.jpg

 

O mesmo com Aptamil. Desde que deixei de amamentar (quando ele fez 1 ano), Aptamil tem sido a minha escolha e confio plenamente na marca. Já o disse aqui mas repito: gosto da postura de Aptamil 2 3 4 5 porque é uma marca preocupada em sensibilizar para a importância da amamentação exclusiva até aos 6 meses. Cá em casa, o pequeno Mateus não torce o nariz; pelo contrário, basta ver a caixa azul para se pôr logo a sorrir. 

FOTO APTAMIL.jpg

 

coconafralda_aptamil.jpg

 

Depois do período de amamentação, Aptamil 2 3 4 5 é a única fórmula com Pronutra +, uma combinação única de nutrientes a pensar no desenvolvimento dos bebés. É importante pensar no crescimento e saber que as decisões de hoje vão influenciar o seu futuro. A alimentação não é exceção. Escolho sempre Aptamil 2 3 4 5. A marca inspira-se em mais de 100 anos de investigação e posiciona-se como especialista em nutrição infantil e, por tudo isso, é uma marca em que as mães confiam. E eu também.

 

 *post escrito em parceria com a Milupa Comercial, SA

Agarrem-me! Agarrem-me que eu despeço-me!

Vi este vídeo há dias e andava para o postar aqui. É um daqueles vídeos inspiracionais que têm o seu quê de teatral, lírico e poeta-palhaço, mas que, por estar muito bem feito, torna-se forte e francamente motivacional. Tão forte e motivacional que chego a temer por aquelas pessoas que estão infelizes no trabalho. Já as imagino a verem isto, a levantarem-se da sua cadeira-opressora, entrarem no gabinete do chefe e gritarem "Vou começar agora mesmo a fazer um novo final para a minha vida, ouviste ó otário? Vou à procura dos meus sonhos, esses que me escolheram e que não tenho conseguido seguir!"

Isto pode ser lindo mas convém ter alguma cautela, não vão acabar a tocar gaita de beiços na Rua Augusta.

Deixo-vos com o vídeo, mas juizinho nessa cabeça e tentem não abandonar os vossos filhos para irem viver em pelota com os índios da Amazónia, está bom?

 

Zero Dez

A revista Pais & Filhos criou o Clube Zero Dez, uma plataforma digital que envia regularmente os artigos de que as grávidas ou mães (e pais) precisam, adequados à fase da gravidez e/ou à idade do filho. Basta registarem-se, fornecerem os vossos dados ou os dos filhos e... começarem a navegar!

A plataforma está muito gira. Simples, intuitiva, bonita, clean.

www.zerodez.pt

zereodez 1.jpg

 

zerodez 2.jpg

zerodez 3.jpg

 

 

Heranças do Alentejo

Há um site que procura distinguir o melhor turismo rural em todo o Alentejo. São uma associação de hoteleiros do Alentejo, ligada ao Turismo da região, e por isso conhece a fundo o que de melhor há para oferecer. Mas neste site não há só hotéis para procurar, escolher e reservar. Há também experiências, passeios, escapadinhas. Recomendaram-mo, gostei e achei que poderiam gostar também. Pessoalmente fiquei de olho em alguns lugares para um fim-de-semana a dois. www.herancasdoalentejo.net

Captura de ecrã 2016-05-18, às 00.00.31.png

 

 

Jornalismo

É uma rábula perfeita esta, da Porta dos Fundos. Como em todas as rábulas, tem muito exagero, para fazer rir. Mas retirando a película do excesso, da caricatura, o que fica é um retrato bastante aproximado do que grande parte do jornalismo que hoje se faz por cá (salvo honradíssimas excepções, que também as há). A cena do levezinho, de que as pessoas não têm tempo para ler, que tem de ser tudo sem grandes pesquisas porque não há cá tempo a perder com isso; de que é para ser giro e cool e sem grande preocupação com o português... enfim. Na mouche. 

 

 

Maria do Mar? Vocês estão malucos, masé!

Maltinha, o post anterior tinha como única intenção falar sobre isto de sermos filhos. Um filho fica para sempre com 6 anos junto dos pais, sobretudo quando faz asneira ou quando tem atitudes ou toma decisões que sabe serem contrárias ao desejo dos pais. Só isso. Compreendo que a reflexão traga curiosidade mas não foi, de facto, essa a intenção. Quanto à hipótese de vir por aí a Maria do Mar... filhos, sou uma pessoa idosa, tenho um bebé com 18 meses, estou cansada, deito-me todos os dias entre a 1h e as 2h da matina e acordo às 6:50... não acham que já chega de criancinhas a pulular aqui por casa? Hum? Vá, tende tino nessas cabeças. Maria do Mar ficará para outra encarnação, talvez. 

Está tudo fino, não se aquietem.