Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Actimel ajuda os imparáveis de Inverno*

Há dias partilhei aqui um vídeo mesmo giro de Actimel sobre os Imparáveis de Inverno. Adoro a campanha e estou completamente na mesma onda do "bora lá sair da toca e não deixar que os dias cinzentos me cortem a vontade de sair, viver, divertir-me!"

Ok, é bom estar debaixo das mantas, à lareira, com um bom copo de um bom vinho. Mas a felicidade que não é, sobretudo para as crianças, sair e fazer coisas ao ar livre! Lembro-me de ir a Amesterdão, de ser Inverno e estar um tempo rigoroso, e de ver montes de pessoas na rua, de bicicleta, na maior! Também me impressionou ir correr a Meia Maratona a Madrid, no ano passado, com um tempo longe de estar famoso e de ver as ruas cheias de gente a apoiar, crianças com oleados, malta nova, velha e assim-assim, tudo na rua sem dramas. 

Acho que nós temos a mania de dramatizar. Talvez seja simplesmente por estarmos mal habituados porque temos este clima fantástico e, assim, mal caem uns pinguinhos ficamos todos no ninho, à espera que passe. 

Temos medo do frio, da chuva, das constipações, das gripes, e de todas as doenças típicas da época, mas não precisamos de nos fechar em casa, já que há alguns cuidados que podemos ter e que nos ajudam a ultrapassar o Inverno. Fazer uma boa alimentação é meio caminho para uma vida saudável, e nesta altura torna-se importante conhecer os alimentos que podem ajudar as nossas defesas. Cá em casa já temos este cuidado, com quatro filhos não há como não ter. Dentro da minha preocupação para que tenhamos uma alimentação o mais variada possível, no Inverno incluímos alimentos como batata-doce, cenoura, papaia ou espinafres que são ricos em Vitamina A. Laranja, toranja, kiwi ou tomate que são ricos em Vitamina C. Salmão, ovo ou lacticínios que são bons fornecedores de Vitamina D. Frutos Oleaginosos (amêndoas, nozes, avelãs) ricos em Vitamina E. Banana, salmão, frango, batata, lentilhas, e alguns iogurtes, ricos em Vitamina B6. E reforçamos também o consumo de peixe e cereais integrais ricos em Zinco e Selénio. Os Lacticínios também fazem parte da nossa alimentação, e a nossa escolha recai pelos que combinam um sabor delicioso mas que são enriquecidos com vitaminas.

 

E é aqui que entra Actimel. Uma excelente opção para os adultos e para as crianças, porque é fonte de vitamina D e B6, que no âmbito de uma alimentação saudável, ajudam ao normal funcionamento do sistema imunitário. E ainda por cima é prático e bom que se farta (podia ser bom para a saúde mas ser intragável, tipo óleo de fígado de bacalhau, mas vai que é mesmo delicioso!). Posto isto: sejam Imparáveis!

lanche.jpg

 * Post escrito em parceria com Actimel

 

DFU

Hoje foi DFU (Dia do Filho Único) com a Madazinha. Viemos da escola a só pisar as pedras de mármore pretas e brancas, escapando às rosa e amarelas, de mãos dadas e a rir muito, feitas tolinhas. Chegámos ao restaurante e ela diz:

- Obrigada, mãe.

Assim mesmo. Obrigada, mãe.

Por ter ido almoçar com ela. Por a ter ido buscar. Por estar ali para ela, sem mais ninguém, só para ela. Engoli em seco e dei-lhe um daqueles abraços apertados. Depois chegou o pai e estivemos o tempo todo a dar-lhe toda a atenção que merece e que, muitas vezes, não tem. E não tem pela simples razão de que são muitos, e falam todos ao mesmo tempo, e é preciso fazer perguntas a um porque vai ter teste, é preciso ir buscar o outro, é preciso fazer o jantar, é preciso pegar no bebé... É por isso que, cada vez mais, acho que este DFU que criámos faz todo o sentido. Dar a cada um o palco que lhe falta no dia-a-dia. Não é que seja mau dividir a atenção dos pais (até acho, na verdade, que muitas criancinhas crescem mal acostumadas porque têm os holofotes todos virados na sua direcção), mas por vezes é preciso fazê-los sentir que são únicos. Porque são mesmo. 

DFU.jpg

 

Vamos eleger os Açores como Melhor Destino Europeu 2016?

O Governo dos Açores, através da Associação Turismo dos Açores, candidatou-se ao prémio de Melhor Destino Europeu de 2016 e a candidatura foi aceite pela entidade organizadora deste galardão. Assim, o arquipélago é o único destino português na edição de 2016.

A “European Best Destination 2016” é uma das mais conceituadas distinções turísticas internacionais, da responsabilidade da organização europeia homónima, sediada em Bruxelas.

Este prémio foi criado em 2009 com o objetivo de promover a cultura e o turismo na Europa enquanto destino número um no mundo e, desde essa altura, a organização European Best Destinations, em parceria com as regiões turísticas participantes e a Rede EDEN, tem procurado promover um melhor entendimento da riqueza, diversidade e qualidade dos destinos europeus, sendo atualmente o principal portal de descoberta da Europa, abrangendo mais de 355 destinos, mais de 2,5 milhões de visitantes, milhares de seguidores nas suas redes sociais e uma cobertura mediática cujo valor ascende a cerca de 26 milhões de euros.

Bora votar nos Açores para ver se ganhamos isto? 

A votação para atribuição deste prémio é aberta ao público em geral e decorre online, no endereço eletrónico www.vote.ebdest.in, até 10 de fevereiro.

O destino mais votado será eleito o 'European Best Destination 2016', beneficiando da elevada exposição mediática associada a esta distinção.

Eu cá acho que os Açores mereciam - e muito! - esta distinção.

acores1.jpg

 

 

Obrigada!

As meninas Inês, Beatriz e Catarina ofereceram-me uns cadernos muito queridos, feitos à mãos por elas, com materiais reciclados. A marca que estas três meninas criaram chama-se The Pretty Handmade e faz jus ao nome: é tudo muito querido. E eu, que adoro cadernos, agradeço muito a oferta.

caderninhos.jpg

Mais The Pretty Handmade AQUI.

Mojito em recuperação

Fui buscar o Mojito já passava das oito da noite. A cirurgia para remover uma massa estranha que lhe nasceu no pescoço correu bem, em princípio foi uma reacção a um corpo estranho que ali entrou, mas pelo sim pelo não vai ser analisada para descartar outras cenas maradas. O desgraçado do cão vinha com uma moca de todo o tamanho, até ia contra as paredes, bombordo-estibordo, bombordo-estibordo. Dormiu como uma pedra e hoje já está mais arrebitado, com uma costura enorme da goela, pobrezinho do meu querido bicho. Mas vai ficar fino. Obrigada pelas mensagens queridas!

cão.jpg