Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Pedido número 1 do dia (seguem-se mais dois)

Cenas giras que estejam a acontecer no Porto. Gente com histórias engraçadas, empreendedoras, cool, etc.
Histórias que mereçam a pena ser contadas, numa revista perto de si.
Para o email: sonia.morais.santos@gmail.com

Muito agradecida.
P.S: Eu sei que ainda há pessoas que responderam a estes meus apelos e que ainda esperam por uma resposta. Eu sei. E lamento. Ninguém mais do que eu compreende a revolta que dá ficar sem uma resposta. O que se passa é que eu, sozinha, não tenho conseguido dar vazão a tanto email. Vou respondendo às histórias que me interessam no momento e, as outras, ficam sinalizadas para responder mal possa. Tenho podido pouco. Mas ainda conto responder, juro.

Maya, pá, és grande!

Hoje, depois de despachar os miúdos, fiz o costume: fui tratar de mim. Pus o pequeno-almoço na mesa da cozinha e liguei a televisão na SIC porque àquela hora costuma estar a dar notícias. Mas não estava. Estava a dar a Maya, num programa novo chamado Dilema. Fiquei ali pregada. Basbaque ao ouvi-la lançar as cartas a uma senhora cujo casamento estava assim para o bera e ao ouvi-la dizer: «Minha querida, o seu casamento acabou. O seu marido não tem ninguém mas também já não tem qualquer sentimento por si.» Xinamén, imagino a pobre senhora do outro lado da linha, de faca na mão e a pensar: corto os pulsos, não corto os pulsos, corto os pulsos, não corto os pulsos?
Ao mesmo tempo que falava com espectadores ao telefone, traçando prognósticos certeiros e infalíveis, também ia dizendo como iria correr o dia dos vários signos do zoodíaco. E, às tantas, falou do signo Escorpião, que é o meu. Então o que disse a querida Maya? Disse que o dia hoje ia correr bem para os bichos-escorpião: «Se ficarem calminhos, as respostas por que esperam hoje vão chegar». E não é que já chegaram, quase todas? São 11.48 e já só me falta uma pessoa, das cinco pelas quais esperava. Isto, para primeiro dia da semana, não podia ser melhor. A Maya não falha, pá, a Maya não falha.

Natural born surfer

Este domingo, o Martim teve a segunda aula de surf. A professora ficou boquiaberta: «O quê? É só a segunda aula???» Pois, parece que o Martim tem um talento nato. Põe-se em cima da prancha com imensa facilidade, desliza pelas ondas com grande pintarola, e parece ter nascido ali, no mar. O que é fantástico e o que a mim me importa é ver como ele se diverte. Como se faz às ondas uma e outra e outra e outra  vez, tão contente. Acho mesmo que descobrimos o desporto certo para o nosso Tim. E nós aproveitamos a praia que é uma beleza. Dia 2 de Outubro e um calor que nem em Agosto! Espectacular.

Os melhores leitores do mundo

Os melhores leitores do mundo são os meus. Os do cocó. Mesmo. Lembram-se das imagens «Bom dia, Mada»? Lembram-se destas, em particular?


Pois bem, houve uma leitora que se deu ao trabalho de fazer uma bonequinha, inspirada nestas fotos da rubrica «Bom dia Mada», e ofereceu-ma. E eu estou derretida porque a boneca é um amor e está igualzinha às fotos e eu nem sei bem o que dizer a tanta generosidade. Digam lá se não é uma delícia?

A Islei faz bonequinhos para casamentos, baptizados, faz santinhos, faz peças a pedido. Podem ver tudo em: www.isleiartes.com.pt

Obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa Islei!!!!!!!

Pág. 6/6