Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

:)

Ontem, já o assunto estava arrumado na minha cabeça, tornaram a insistir: Anda lá, vá lá, temos uma fezada em ti.
E eu, pronto, não resisti.
É verdade que estava chateada por não ter ido, ao menos, ver como era um casting.
É verdade que estava um nadinha desiludida porque digo sempre aos sete ventos que prefiro arrepender-me do que faço do que do que não faço.
É verdade que fiquei contente quando a insistência, em forma de mail, chegou, inesperada.
De modo que lá vou eu, fazer figuras tristes frente a uma câmara de televisão.
Com as maminhas aleitadeiras, e com a tendência que a televisão tem para aumentar tudo, o mais certo é que entre directamente para a história dos castings como a nova Vaquinha Cornélia. Ou então a nova Vaca Reré.
Aconteça o que acontecer, fui.
A ver vamos.
:)

:(

Estou chateada.
Convidaram-me para um casting, para um programa de televisão e eu acobardei-me.
Não vou.
A televisão assusta-me. A imagem. O confronto com a minha imagem, ali, em frente. E depois a televisão engorda e eu não preciso de quilos a mais, preciso é de quilos a menos.
Estou chateada.
Não gosto de não ir. De não fazer. De não experimentar.
Mas acobardei-me.
Normalmente sou valente. Mas desta vez... fraquejei.
Olha que canário!
Pronto.
E ainda por cima chove e as núvens estão pretas, raios as partam.

Pág. 2/2